Sabia que ficar sem comer também engorda?

Ficar horas sem se alimentar, saltar refeições e diminuir drasticamente a quantidade de comida são algumas das loucuras mais cometidas por quem deseja emagrecer. O problema é que a maioria dessas atitudes faz com que o efeito seja contrário, prejudicando o regime.

“São várias as atitudes que acabam colocando uma barreira enorme na perda de peso, já que muitas pessoas não fazem a mínima ideia de como funciona o organismo.”

E o problema não se restringe apenas à dieta, algumas dessas loucuras podem afectar até mesmo a sua saúde, aumentando riscos de doenças como anemia e deixando a imunidade a níveis perigosamente baixos. Veja algumas ações que precisam de ficar bem longe do seu dia a dia, para que você garanta muitos quilos a menos sem prejudicar a sua saúde e o seu metabolismo.

Saltar refeições
Pular refeições é a pior coisa que uma pessoa de regime pode fazer, já que isso prejudica o organismo e ainda colabora para aumentar o peso. “Não adianta pular refeições, essa é uma das piores atitudes que uma pessoa pode cometer quando o assunto é perder peso e manter a saúde em dia.

O problema é que, com essa atitude, você retira nutrientes essências do corpo e ainda colabora para que o metabolismo fique mais lento. Assim, seu corpo trabalha menos e consequentemente gasta menos energia , além de armazenar uma quantidade grande de gordura, porque ele não sabe quando será alimentado de novo”.

Outro problema de pular refeições é a quantidade de alimentos que será ingerida na próxima vez que você se alimentar. “Ficando horas sem se alimentar, você acaba ficando com uma necessidade enorme de comer. E com tanta fome, claro, acaba comendo muito mais que o necessário”.

Dizer não ao pequeno-almoço (café da manhã)
Já citamos os principais riscos de pular uma refeição, mas esse problema fica ainda maior quando falamos do pequeno-almoço. “Ficar ser tomar o pequeno-almoço, na maioria das vezes, resulta em mais de quatro horas sem se alimentar, o que pode resultar em lentidão dos movimentos, raciocínio confuso, perda de memória, dores musculares e de cabeça, tontura e até mesmo desmaios em alguns casos mais graves.

Quem persiste em tornar o almoço a primeira refeição do dia, está expondo o organismo a mais de doze horasem jejum. Esseestado metabólico também pode favorecer consideravelmente o aparecimento de infecções, já que o organismo está fraco devido à falta de nutrientes. Outro problema é que ele reduz a quantidade de energia que gastamos ao longo do dia, fazendo com que a eliminação de gordura do corpo caia pela metade”.

Fazer exercício em jejum
Não é pequena a quantidade de pessoas que insistem em enfrentar a academia em jejum. Essa atitude, no entanto, atrapalha e muito a perda de peso durante os exercícios. “Durante a execução dos exercícios físicos, se você estiver em jejum, seu nível de glicose no sangue pode estar muito baixo (hipo glicemia). Então, seu organismo vai passar a consumir proteínas.

Você perde massa magra (músculos), diminui seu metabolismo e acaba ficando mais fraco. A performance cai e o desgaste físico e emocional aumenta. Em condições normais, com alimentação equilibrada, o organismo consegue manter este equilíbrio interno. No entanto, a o jejum prolongado pode comprometer esse balanço energético”.

Sucos e torradas
A primeira ideia que vem à sua cabeça na hora de começar um regime é passar o dia se alimentando de torradas e sucos naturais? Melhor desistir dessa atitude antes que o ponteiro da balança comece a subir. “As pessoas acreditam que uma alimentação recheada com muita torrada e com muito suco natural ajuda na redução de peso, mas isso não é verdade, já que o suco natural também apresenta um numero elevado de calorias, sem dizer que a torrada apresenta a mesma quantidade de calorias que um pão comum, mas quase nenhum nutriente”. Trocar uma refeição por petiscos ao longo do dia
Passar o dia todo fugindo de uma alimentação completa e abusando dos petiscos pode ser um problema. “Quando fugimos de uma alimentação completa, fazemos com que, aos poucos, as reservas do organismo se esgotem.

E com o organismo fraco e debilitado, podemos desenvolver infecções e, em casos graves, levar à morte por inanição. Sem contar que os petiscos, na maioria das vezes estão recheados de calorias, que acabam engordando muito mais do que uma refeição completa e equilibrada. O que emagrece de verdade é uma alimentação saudável e balanceada”.

Diminuir drasticamente a quantidade de alimentos
Se você acha que mudar de uma hora para a outra a quantidade de alimentos consumidos por dia vai fazer efeito, está na hora de refazer esse pensamento. “Reduzir radicalmente a quantidade de alimentos prejudica o bom desempenho do regime, já que o corpo se sente fraco e o metabolismo fica muito mais lento, fazendo com que a perda de calorias e de gordura seja muito menor”.

Fonte do artigo: http://www.artigonal.com/nutricao-artigos/sabe-que-comer-pouco-tambem-engorda-6116125.html